FOZ DO IGUAÇU E HERNANDÁRIAS

INTEGRAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DO TURISMO

Postada em 17 jan 2018

A cidade de Hernandárias, no Paraguai, é a sede do lado direito de Itaipu Binacional. O município, de pouco mais de 80 mil habitantes, quer integrar seus atrativos naturais e oferecer novas opções para fazer do turismo sua principal ferramenta de desenvolvimento. A ideia é que a cidade faça parte do circuito de opções já oferecidas na fronteira, aumentando o tempo de permanência dos turistas em nossa região. Na última terça-feira (17), o prefeito Chico Brasileiro liderou uma equipe de trabalho que visitou a cidade paraguaia para buscar aproximar cada vez mais as duas cidades.

“A proposta de ter Hernandárias como um ator forte dentro do nosso destino turístico é muito importante. Eles possuem aqui uma riqueza natural e um mercado muito amplo e dinâmico que quer se moldar para a atividade turística. Isso pode agregar muito e enriquecer ainda mais a experiência dos turistas em nossa região.” Destaca Chico Brasileiro.

Pouco mais de 20 quilômetros separam o centro de Foz do Iguaçu ao centro de Hernandárias, o acesso se dá pela Ponte da Amizade, cruzando o centro de Ciudad Del Este. O trânsito complicado da região é uma das principais preocupações do prefeito paraguaio Rubén Amancio Rojas, que busca soluções alternativas para questão. “Uma das opções é a travessia pela barragem de Itaipu, outra possibilidade é usarmos o lago como ferramenta de integração” adiantou.

Além do turismo, temas como desenvolvimento industrial e a logística de cargas entre as cidades também foram debatidos. Atualmente Hernandárias possui 7 parques industriais, a fábrica de brinquedos Estrela é uma das empresas brasileiras que aposta na cidade para concentrar parte de sua produção.

A comitiva iguaçuense foi composta pelo prefeito Chico Brasileiro, a Primeira-dama Rosa Jeronymo, o Diretor de Assuntos Internacionais Jihad Abou Ali, o chefe de gabinete Karl Stoeckl, o Diretor de Comunicação Rodrigo Monzon e o Assessor de Gabinete Carlos Ferreira.

Parque turístico e roteiro

Atualmente o principal atrativo da cidade é a “Costanera de Hernandarias”, uma avenida dupla com amplo calçadão, ciclovia e iluminação de led, que termina em uma praia artificial no Lago de Itaipu. A proximidade e a vista privilegiada da barragem da hidrelétrica são o diferencial desse balneário. Com 900 metros de extensão, as areias de Hernandárias chegam a receber 20 mil turistas nos finais de semana. No local, além de toda a infraestrutura de banheiros, quiosques com churrasqueiras, lanchonetes também já está disponível o passeio de Kattamaram. Mais atrativos já estão sendo implantados no complexo, que deverá receber em breve uma rota gastronômica e uma feira de alimentos e artesanatos.

Outra opção de passeio na cidade é o “Museu da Terra Guarani”, uma instalação que reúne relíquias históricas e estátuas que reproduzem cenas cotidianas das tribos que habitavam nossa região antes da colonização.

A intenção das autoridades é criar agora a “rota da eletricidade” um passeio envolvendo a pequena hidrelétrica de Acaray, com capacidade instalada de 200 MW e a gigante usina de Itaipu, com seus 14.000 MW de potência instalada. “Em Acaray o turista pode ver como são a maioria das usinas e entender todo o processo e depois pode comparar com as dimensões da Itaipu e compreender toda a grandiosidade dessa obra.” explicou Rubén Sanabria, diretor de Turismo de Hernandárias.
AMN

CONFIRA A REPORTAGEM EM ÁUDIO

Comentar


Publicidade