MUNICÍPIO INVESTE EM ILUMINAÇÃO PÚBLICA EM PLANO DE EXPANSÃO DE SEGURANÇA

Licitação prevê o pacote de obras de 104 locais que receberão melhorias em iluminação pública. Boa parte dos serviços já foi executada

Postada em 31 mai 2017

O Município de Foz do Iguaçu está investindo em iluminação pública como parte de um plano de expansão em segurança pública, visando melhorar a qualidade de vida da população e contribuir com a diminuição dos índices de criminalidade, como furtos, roubos e homicídios.

Um dos trabalhos que já está sendo executado é o pacote de obras de melhorias em iluminação de 104 locais identificados com falhas e com necessidades de instalação de postes. Boa parte dos serviços já foi concluída. São mais de R$ 3 milhões investidos só no pacote de obras em iluminação pública deste primeiro plano de ações. Outro projeto de expansão em iluminação ainda será implementado no Município, mas ainda deverá passar por discussões e pela captação de recursos para que possa ser sinalizado.

Os serviços que incluem os primeiros avanços em iluminação, do começo do ano até agora, contemplam áreas como a Avenida Andradina, que já recebeu postes e os trabalhos estão acontecendo, a Avenida Morenitas com obras em andamento, Avenida Safira, Avenida Pedro Basso, Perimetral Leste no Distrito Industrial, Avenida João Ricieri Maran, com obras já concluídas, e prevista para ser atendida já nos próximos dias a Avenida Paraná do trecho que vai da Polícia Federal à Vila A, passando pelo novo viaduto.

De acordo com o prefeito, são medidas que à médio e à longo prazo irão contribuir com mais segurança em toda cidade. As ações estão sendo direcionadas para que sejam realizadas de forma integrada, ou seja, os investimentos que o Município aplicar em iluminação, em obras e em infraestrutura da malha viária deverão refletir em ações de segurança pública.

Este é um dos objetivos do Município para tentar diminuir os índices de criminalidade nos pontos considerados críticos da cidade, como a Ponte da Amizade, a Vila Portes, e o Jardim Jupira, locais onde o mapa do crime apresenta resultados mais preocupantes. São nestes pontos, segundo o prefeito, que deverão estar concentradas as ações mais direcionadas e integradas das forças de segurança pública.

Além disso, o Município prevê parcerias com a Receita Federal, com a Polícia Federal e com o Estado, para criar um plano estratégico de ações de inteligência, atendendo toda a região de fronteira no trabalho de repressão e prevenção ao crime.

Projetos

Um dos projetos, ainda a ser estudado, prevê a ampliação do sistema de monitoramento por câmeras na Ponte da Amizade, interligando a Guarda Municipal, as Polícias Civil, Militar e Federal e a Receita Federal, com a instalação, manutenção e a disponibilidade das imagens captadas pelas câmeras naquele ponto. O tema foi abordado em uma reunião realizada no gabinete do prefeito onde Chico Brasileiro se reuniu com os representantes da Polícia Federal, da Receita Federal, da Secretaria de Segurança Pública Municipal, Guarda Municipal, Polícia Militar e Polícia Rodoviária Federal.

Convênio Senasp

A Secretaria Municipal de Segurança Pública por meio do Convênio nº 785113/13, formalizado com a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), prepara ampliação do Sistema de Videomonitoramento já existente no Município, para aquisição de solução que comporte materiais e serviços. Este é outro projeto que faz parte do plano de expansão em segurança da cidade.

Em atendimento a portaria interministerial 424/17 o Município resolveu manter o convênio e efetuou o depósito da contrapartida referentes às obrigações do convênio e, nos próximos dias, fará a divulgação do certame licitatório para a nova contratação que prevê projeto básico de ampliação do videomonitoramento com valor global de R$ 4.397.234,00, valores do repasse e contrapartida.

A intervenção se dará basicamente pela aquisição de mais 120 câmeras e o emprego das mais modernas tecnologias de comunicação para interligação de redes convergentes com o emprego de fibras ópticas, com o intuito de preservar e garantir a evolução tecnológica sem causar desperdícios.

A infraestrutura disponibilizada prioriza o atendimento dos espaços urbanos conjugados por vários serviços públicos onde há concentração de pessoas, comércio e residências, como foco a subsidiar de forma sistêmica e multidisciplinar os programas de prevenção do crime e da violência, com a vigilância das vias e espaços públicos 24 horas, prevenção de comportamentos antissociais, coleta e armazenamento de imagens de ocorrências. Estas que poderão ser repassadas às demais forças de segurança para o combate ao crime no Município.
AMN

CONFIRA A REPORTAGEM EM ÁUDIO

Comentar


Publicidade