Sancionada a lei que possibilitará dispensa de parte da jornada de trabalho de servidor público municipal para acompanhamento de filho com deficiência

“Vai me ajudar muito, eu vou poder levar o meu filho para um atendimento médico e ter a segurança de que não vou ser prejudicada no meu trabalho”, comentou a servidora Geovana Ferreira dos Santos, uma das mães que serão atendidas com a nova lei

Postada em 20 set 2019

A lei assinada nesta quinta-feira (19) pelo prefeito Chico Brasileiro (PSD) que autoriza a dispensa de parte da jornada de trabalho sem prejuízos nos vencimentos dos servidores que sejam pais ou responsáveis por filhos com deficiência e que precisam de acompanhamento no tratamento de saúde, atende a mais uma das reivindicações formuladas pelo Sindicato dos Servidores Municipais de Foz do Iguaçu- Sismufi.

O prefeito disse que se sentia muito feliz em poder assinar essa lei. “Uma pessoa que é pai, é mãe, é cuidador de uma pessoa que precisa de cuidados especiais ela tem que ser olhada com mais atenção, tem que ter um diferencial e um apoio maior”, enfatizou.

A secretária de Direitos Humanos e Relações com a Comunidade, Rosa Jerônimo Lima, desatacou o empenho da secretaria para a efetivação da lei. Lembrou do apelo das mães que a procuraram para encampar essa luta. “É muito bom poder fazer parte da conquista e da garantia desse direito”, ressaltou.

A direcão do Sismufi, em agosto de 2017, cobrava por meio de ofício do então secretário de Administração, Ney Patrício, a elaboração da lei, considerando os inúmeros pedidos que chegavam ao sindicato. O Sismufi também recebeu naquela oportunidade cópia do Requerimento de autoria do vereador Marcio Rosa, onde o Executivo em resposta, informava a elaboração do estudo técnico para a criação da Lei.

“Ressaltamos à época a existência de legislação federal e estadual dando o amparo legal. Valeu a pena a nossa luta. Por isso vemos com muita satisfação essa reivindicação sendo atendida. Fica aqui o nosso agradecimento pelo empenho da secretária Rosa, dos vereadores, e claro do prefeito Chico Brasileiro ”, destacou Aldevir Hanke, presidente do Sismufi.

Participaram do ato de assinatura da Lei os vereadores Jeferson Brayner (Republicanos), Marcio Rosa (PSD), secretários e diretores da Prefeitura Municipal, dirigentes sindicais e servidores municipais.

CONFIRA A REPORTAGEM EM ÁUDIO

Comentar


Publicidade